• Luiz Marcos Fernandes

Conheça a Casa do Carnaval em Salvador

Atualizado: 12 de mai. de 2021


Personagens folclóricos animam a Casa do Carnaval em Salvador

Localizada no centro histórico da cidade, no Pelourinho, ao lado da Catedral Basílica, a Casa do Carnaval foi inaugurada no ano passado e é uma atração não apenas para quem curte a “folia” do Momo, mas também para aqueles que têm curiosidade sobre a história do samba e a origem do Carnaval no Brasil. Fomos conhecer esse espaço cultural, que acabou se tornando uma atração para turistas brasileiros e estrangeiros. Com um investimento de R$ 6 milhões feito pela Prefeitura de Salvador, o complexo oferece uma viagem pelo tempo das rodas de samba e também retrata a história dos trios elétricos. O grande diferencial da casa é a interatividade, entregue aos visitantes por meio de diversos recursos multimídia.

No primeiro compartimento do térreo do prédio, o visitante encontra à disposição uma biblioteca de livros relacionados ao Carnaval, a Salvador e às suas artes e tradições. Além disso, o visitante poderá conferir vários bonecos feitos de cerâmica, os quais representam figuras típicas da folia.


Ainda no primeiro pavimento, a Sala da Criatividade e Ritmos do Carnaval da Bahia, que comporta até 40 pessoas, detalha a diversidade presente no carnaval baiano. Com luzes, refletores e fitas de LED, o espaço acaba por nos remeter à vibração da festa. O som de músicas características da folia ecoa no espaço, enquanto se pode admirar diversas vitrines com objetos inéditos cedidos por artistas do Carnaval, mostrando decorações antigas e atuais fundamentais para essa manifestação cultural. O espaço interativo reúne a memória da festa na Bahia em arquivo material, adereços, esculturas, vídeos e áudios.


Turistas aproveitam para conhecer um pouco mais sobre a história do Carnaval

O audiofone oferece detalhes de cada objeto exposto na exposição. No primeiro andar, no cinema interativo, o visitante escolhe o filme que deseja ver com 10 minutos cada, além de poder fazer fotos com os adereços disponíveis para caracterização. Ali, o visitante conhece a história do ritmo e vivencia a experiência do carnaval. Com a fantasia de sua preferência, ele tem oportunidade de dançar uma das coreografias dos blocos e bandas projetados numa tela e orientados por dançarinos. Os turistas estrangeiros são os que mais “curtem” a folia. No terraço existe um espaço para contemplar a Bahia de Todos os Santos com mesas e bancos característicos da festa de rua. O local está aberto para visitações de terças a domingos, das 11h às 19h, com ingressos a R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada). Informações: 55 (71) 3324-6360

7 visualizações0 comentário