top of page
  • Foto do escritorLuiz Marcos Fernandes

Belo Horizonte

Atualizado: 24 de abr.

Um passeio pela capital mineira até a tradição das festas juninas


A capital mineira convida a um passeio pelos parques e atrativos turísrticos - foto Divulgação

Pode-se dizer que Belo Horizonte não é de fato uma cidade turística, mas ainda assim conta com inúmeros atrativos e particularidades únicas que valem uma visita, seja a lazer ou negócios. A começar pelo roteiro turístico que inclui o conjunto arquitetônico da Igreja da Pampulha, passando pelo tradicional Mercado Central, sem esquecer dos prédios centenários que circundam a Praça da Liberdade. Tudo é claro faz parte do calendário de eventos que movimenta a cidade durante todo o ano e que tem como ponto alto  deste primeiro semestre, as festas juninas.

 O calendário junino já começa a partir do dia 8 de junho e movimenta a Cidade Junina com uma programação de shows e apresentação de quadrilhas. Antes disso, em maio acontece uma apresentação do tenor Andrea Botelli que será realizada no estádio do Mineirão. Nunca é demais lembrar que é a partir da capital mineira que se pode programar passeios tanto para as Cidades Históricas como Serras da Canastra e do Cipó, além de museus como o de Inhotim.



O Mercado Central chega a receber 30 mil visitantes por dia

Mercado Central - Temperos, aromas e sabores são algumas das características marcantes do Mercado Central já foi considerado, o terceiro melhor mercado do mundo, pela Revista  da empresa  aérea Latam . Sem sombra de dúvidas é o atrativo turístico mais visitado da capital mineira e recebe mais de 30 mil visitantes ao dia, entre turistas e belo-horizontinos que vão em busca de produtos e serviços. Há mais de nove décadas, o Mercado Central é ponto turístico para quem vem de fora e ponto de encontro para quem vive na cidade. Recentemente eu fiz uma visitação ao local e não pude deixar de me surpreender com a quantidade de produtos variados. Só de laticínios que oferecem todo tipo de queijos e produtos derivados do leite são mais de 70 espalhados pelos corredores.


Como não poderia deixar de ser as cachaçarias são um outro capítulo à parte. Uma das mais tradicionais é a Dama da Noite que mantem a tradição de uma cachaça que começou a ser produzida em 1850. É possível encontrar verdadeiras raridades. Uma delas a tradicional cachaça Salinas. O preço de um litro chega até a assustar e pode chegar a R$ 1.890,00 uma garrafa. Para quem aprecia pães artesanais a dica é dar uma passada na padaria Du Pain,

Se a fome apertar, a dica é fazer uma parada no restaurante Casa Cheia que recebeu inúmeras premiações do Festival Comida de Buteco, como o Mineirinho Valente entre outros . A dica é chegar no local até meio dia para não ter que enfrentar longas filas de espera.


Igreja da Pampulha. cartão postal da Cidade

Igreja da Pampulha – Pode-se dizer que a Igreja São Francisco de Assis, ou, simplesmente, Igrejinha da Pampulha é um dos principais cartões postais da capital mineira.  O projeto de Oscar Niemeyer é um dos maiores ícones da capital mineira e integra o Conjunto Arquitetônico da Pampulha tombado como Patrimônio Cultural da Humanidade. Fica localizada no bairro da Pampulha a beira de uma lagoa.


O paisagismo dos jardins é de Burle Marx e a igrejinha chama a atenção pelos painéis externos e internos de Candido Portinari que enfeitam suas paredes . A visitação é gratuita, porém funcionários da igreja pedem uma contribuição em dinheiro para quem for visitar o interior da igrejinha, que recebe regularmente inúmeros grupos de excursão para visitação.


Jardins da Praça da Liberdade

Atrações culturais – Numa visita a Praça da Liberdade se tem oportunidade de apreciar prédios centenários da administração do estado, deram início ao Circuito Liberdade, que partiu do coração da capital mineira, O espaço reúne diversos equipamentos culturais, sendo eles Rainha da SucataEspaço do Conhecimento UFMGMuseu das Minas e do Metal, Museu Minas Gerais Vale, Centro de Arte Popular – CemigEscola de Design – UEMGBDMG CulturalAcademia Mineira de LetrasMuseu MineiroArquivo Público Mineiro, Casa do Patrimônio Cultural em Minas Gerais, Centro Cultural Banco do Brasil, Casa da Economia Criativa, Cefart Liberdade,  Palácio da Liberdade, Casa Fiat de CulturaBiblioteca Pública Estadual de Minas Gerais.


Dentre esses fiz uma visita  ao Museu das Minas e do Metal cujo acervo inclui mostra de fotografias de Sebastião Salgado além de salas com uma mostra que remonta desde a época dos primeiros povos de BH e do surgimento da cidade.

Feira Hippie - Com tempo disponível deve se incluir uma visita à Feira de Artesanato ou Feira Hippie que acontece aos domingos ao longo da avenida Afonso Pena Lá é possível encontrar artes plásticas, bijuterias, roupas, sapatos, acessórios, tapeçaria, decoração, e muito mais – tudo produzido por artistas locais sem esquecer de que é um ótimo local para desfrutar das comidas típicas mineiras.


As quadrilhas são um atrativo à parte durante as festas juninas - foto Divulgação

Festas juninas – E manda a tradição que no mês de junho se possa reviver a tradição das festas juninas com suas quadrilhas, comidas típicas e tanta coisa mais. A Cidade Junina, um dos eventos mais aguardados do calendário cultural de Belo Horizonte, anuncia suas atrações e a abertura das vendas de ingressos para a edição de 2024. O evento acontece entre os dias 08 de junho a 13 de julho, no Mirante Beagá (Rua Gabriela de Melo s/n Olhos D'água, Belo Horizonte) com uma programação diversificada de grandes shows até atividades para toda a família. À noite, a Festança ganha um clima de São João, com cenografias e experiências gastronômicas, além dos grandes shows com artistas como. Leonardo, Zé Ramalho, João Gomes, Falamansa, Guilherme & Benuto, Banda Eva, Kevin O Chris, Matheus Fernandes, e Cidade do Rock com Barão Vermelho são as atrações já confirmadas. Já durante o dia, a Cidadezinha será o ponto de encontro para as famílias e aqueles que buscam celebrar a cultura junina com tranquilidade, desfrutando o melhor das comidas típicas e espetáculos musicais, como o Pé de Sonho, Lampiãozinho e Maria Bonita e Moana.entre outros Site para vendas de ingressos : https://tinyurl.com/IngressosFestanca

Minastchê - A Minastchê está de volta para sua 20ª edição, trazendo o melhor da cultura gaúcha para Belo Horizonte. O evento, que neste ano faz uma homenagem aos 150 anos da imigração italiana no Brasil, será realizado na Serraria Souza Pinto (Av. Assis Chateaubriand, 899, Centro, de 19 a 28 de abril, promete uma experiência gastronômica e cultural única para toda a família. Os ingressos estão à venda com o valor de meia entrada para todos, por R$ 10,00, por meio do site www.minastche.com.br e na portaria da Serraria durante todos os dias da feira, no seu horário de funcionamento.


Ouro Minas, referência em hospedagem em BH

Hospedagem – A cidade conta com inúmeras opções de hospedagem, desde pousadas simples até hotéis categoria cinco estrelas. Uma das referências é o hotel Ouro Minas Palace, no bairro da Pampulha. Com 346 apartamentos distribuídos em seus 25 andares oferece suítes amplas e confortáveis, diárias com café da manhã que incluem um buffet repleto de iguarias doces e salgadas, boa parte fabricada no próprio hotel, além de um restaurante de padrão internacional, o Quinto do Ouro, aberto ao público diariamente até 2h da manhã. Para famílias com crianças a dica é a Suíte Família que acomoda quatro pessoas em dois ambientes. No lazer conta com piscina climatizada, saunas seca e a vapor, jacuzzi, Kids Clube, Sala de Jogos, fitness center com academia funcionando 24h entre outras.


No serviço conta com barbearia, estacionamento privativo, salão de beleza, além de SPA e loja de conveniência. O estabelecimento tem ainda programa de descontos e noites grátis em pacotes com maior número de diárias, além de fazer parte do programa de fidelidade da Wyndham. Em maior o hotel vai oferecer uma programação especial para o Dia das Mães e em junho para o Dia dos Namorados. Vale lembrar que o hotel conta com uma completa infraestrutura para eventos e convenções. São 22 salas e auditório com capacidade para duas mil pessoas. Para reservas e informações consulte o e-mail: reserva@ourominas.com.br ou o telefone: (31)32429-4000.


Para quem busca uma hospedagem próxima ao aeroporto de Confins, a dica é o hotel Ramada Lagoa Santa & Suítes Airport, distante apenas 13 quilômetros do aeroporto e que conta com apartamentos confortáveis, estacionamento privativo e restaurante. As diárias incluem o café da manhã servido a partir das 4h30 da madrugada. Mais informações consulte o site: https://www.wyndhamhotels.com/pt-br/ramada/lagoa-santa-brazil/

 

Passeios – Existem inúmeras agências de turismo receptivo que oferecem desde traslados até passeios às Cidades Históricas de Minas. Entre as opções está a Uai Receptivo MG que oferece entre seus programas passeios exclusivos e particulares aos interessados. Conta com uma frota própria e para maiores informações pode-se obter as mesmas através do site:receptivominasgeraisuai.com


A agência Uai Receptivo Minas Gerais oferece passeios privsativos e personalizados

Locação de carros - Ao desembarcar no aeroporto de Confins se tem como alternativa a locação de um carro que permite se deslocar tanto para a capital mineira como também realizar passeios pelas cidades históricas de Minas. Entre as boas opções de serviços oferecidas está a Movida, que além de contar com preços bem mais competitivos e atraentes dispõe de uma moderna frota. Isso sem falar na qualidade do atendimento prestado por sua equipe. O atendimento funciona 24h e ainda existe a opção de fazer a locação na loja em Belo Horizonte, à av. Presidente Antonio Carlos 4303


Locadora Movida em Confins


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page