• Luiz Marcos Fernandes

Novidades do turismo: fique por dentro!

Atualizado: 4 de jul.

Governo apresenta novo modelo de Passaporte para brasileiros


O novo documento de viagens será temático, e segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública a proposta é se tornar um cartão de visitas do cidadão brasileiro para o mundo. Elaborado com mais tecnologia antifraude, o modelo quer "homenagear todas as regiões do Brasil por meio de ícones representativos dos biomas e da cultura de cada local", explicou o governo, em nota. A capa do documento terá uma nova estilização da bandeira nacional e o nas páginas internas haverá uma quantidade maior de marcas d'água. Outra novidade do novo modelo são os fundos invisíveis fluorescentes. Antes, apenas o número da página variava sob exposição UV. A nova versão apresenta sete composições diferentes. A página de identificação também foi atualizada, apresentando uma imagem fantasma da foto do cidadão em preto e branco, além de uma imagem da foto formada por dados biométricos do portador. O novo passaporte começará a ser emitido pela Casa da Moeda em setembro, data em que se comemora o bicentenário da Independência do Brasil. O governo garante que não haverá alteração nos valores de emissão. Ele continuará custando R$ 275,25 na versão convencional e o prazo de validade será de 10 anos.


EUA oferece programa para facilitar entrada de turistas brasileiros

Os brasileiros que desejam viajar para os Estados Unidos já podem aproveitar o programa Global Entry para ingressar no país norte-americano de maneira rápida e facilitada. O programa do governo norte-americano permite a liberação rápida no controle do passaporte, no momento da chegada aos Estados Unidos. O Global Entry já era utilizado para agilizar o acesso de viajantes de onze países, e agora os brasileiros também vão poder aproveitar essa facilidade.O Global Entry não exclui a necessidade do visto para entrar nos Estados Unidos. Para participar, os viajantes brasileiros devem se inscrever na plataforma Trusted Traveler Programs, do governo estadunidense. É preciso informar dados pessoais, como CPF e número do passaporte, além de preencher um questionário social.


Depois da inscrição, o interessado terá que pagar uma taxa de 100 dólares e aguardar pela avaliação dos dados. Caso seja aprovado, o viajante vai ser chamado para uma entrevista presencial, aqui no Brasil, com um funcionário da imigração dos Estados Unidos. Após passar por todas essas etapas, o turista brasileiro vai poder viajar para o país norte-americano sem precisar passar pelas filas de imigração.


Segundo a Agência Brasil, os interessados devem acessar a plataforma Trusted Traveler Programs pelo site ttp.dhs.gov e se inscrever no programa Global Entry.


Coris, o cartão de Assistência amplia seus benefícios ao viajante

A CORIS, empresa especialista em seguro viagem e detentora do selo inédito de ‘Melhor Empresa Para se Trabalhar’ no ramo de seguros e assistência ao viajante, confirmou a atualização nas coberturas dos produtos Combo VIP e Combo MAX. Desde o dia 1º de julho, os planos contam com maior cobertura de despesas médicas e hospitalares para Covid-19, sem aumento de tarifas.


As coberturas de despesas médicas e hospitalares de Covid-19 do Combo VIP passam de US$ 30 mil para US$ 50 mil nos produtos de US$ 60 mil até US$ 1 milhão, enquanto o produto de US$ 30 mil mantém a cobertura de Covid-19 em US$ 30 mil. O limite de idade desta cobertura é até 99 anos. Já no Combo MAX, as coberturas de despesas médicas e hospitalares de Covid-19 passam de US$ 10 mil para US$ 20 mil nos produtos de US$ 60 mil até US$ 1 milhão, e o produto de US$ 30 mil mantém a cobertura de Covid-19 em US$ 10 mil. O limite de idade também vai até 99 anos para a cobertura de Covid-19. Além das novas coberturas, a CORIS está desenvolvendo uma assistente virtual para acelerar o atendimento em sua central 24h no intuito de aumentar a excelência e assertividade do atendimento, maior diferencial da empresa. A CORIS nasceu em 1988 como um Cartão de Assistência. Em 2010, a CORIS foi adquirida pelo Grupo APRIL, multinacional francesa com filiais em todo o mundo. Em 2020, a APRIL Brasil Seguro Viagem foi comprada pelos seus diretores, que decidiram relançar a marca CORIS.



Fernando de Noronha só passa a exigir comprovante de vacinação


A ilha de Fernando de Noronha passou por fortes medidas restritivas e lockdown durante a pandemia do Coronavírus. Enquanto a reabertura aconteceu a partir de outubro de 2020, a administração da ilha estabeleceu controle rígido no acesso de turistas. Com a redução dos casos de Pandemia a administração da ilha deixou de exigir o teste 48h antes da viagem

Com o novo protocolo que entrou em vigor em 15 de Abril, turistas e viajantes podem entrar na ilha desde que apresentem o comprovante de vacinação com pelo menos duas doses (e uma dose para adolescentes entre 12 e 17 anos).


Plataforma online tem tarifas rodoviárias econômicas entre Rio e SP

Se você tem planos de viajar a São Paulo ou ao Rio de Janeiro, seja a lazer, ou a negócios, uma alternativa bastante interessante e econômica é o serviço de transporte que foi inaugurado recentemente e que permite viajar entre as duas cidades por tarifas super econômicas . O serviço é todo feito por meio de vendas online.A We Mobi é uma plataforma de viagens que veio para transformar a sua experiência com transporte rodoviário. Surgiu para descomplicar a viagem tornando-a mais confortável e mais econômica! Usa a tecnologia como uma das opções para oferecer um novo serviço: prático, com melhores preços, o conforto e segurança interligando o Rio a SP. Os pontos de embarques podem ser dentro e fora da rodoviária e e são enviados por email.

Consulte o site wemobi.me/sobre-nos.


Visto para Curaçao

Em colaboração com o governo local e o Aeroporto Internacional de Curaçao, o Curaçao Tourist Board (CTB) quer simplificar as viagens de turistas até a ilha e mudar totalmente seu sistema de coleta de dados através de um cartão de imigração on-line. Desde 1º de outubro, todos os passageiros que visitam o destino têm que preencher o Cartão de Imigração Digital através do site www.dicardcuracao.com e completar o cartão de imigração antes da viagem.


Vistos para quem deseja residir em Portugal

O número de brasileiros que buscam imigrar para Portugal é cada vez maior, mas para fazer essa mudança dentro da lei é preciso conhecer as formas de entrar no país que são regulares. O primeiro deles é o Visto D2, destinado àqueles que vão realizar alguma atividade profissional subordinada e também para empreendedores. Para abrir um negócio em Portugal é importante fazer um planejamento, além de ter uma conta bancária aberta no país, pois é a estrutura mínima solicitada por essa modalidade de visto. Quem opta por ele pode reagrupar os familiares, levando também cônjuge e filhos, tendo também a possibilidade de reagrupar pais e ou sogros.


O Gold Visa, ou ARI, para aqueles que desejam abrir uma empresa já com um investimento inicial, pode garantir, além da residência, a nacionalidade portuguesa, que precisa ser solicitada pelo aplicante. No entanto, é importante ressaltar que para conseguir esse visto é necessário injetar uma grande quantia em dinheiro e contratar um advogado e uma empresa imigratória para o planejamento documental e processual, tal qual o visto D2.Outra modalidade é o D3, para profissionais da área docente, cultural ou altamente qualificados. Nesse caso, é importante ressaltar que os contratos desses profissionais devem ser de tempo superior a 9 meses, seja na área de ensino, magistério, cargos de destaque em grandes corporações ou como subordinado em empresas do país.


Apesar de algumas modalidades de visto de estudo possuírem duração máxima de um ano, existe também a possibilidade do D4 e D5, utilizados para fins de investigação, estágio, voluntariado e também para estudantes intercambistas de ensino secundário. Vale lembrar que ele é válido somente para as situações em que o ofício terá duração superior a um ano, é um dos mais solicitados pelos jovens que decidem estudar em Portugal.


A última modalidade para residência em Portugal é o famoso e badalado visto D7 para migrar para Portugal. É destinado a aposentados, pensionistas e pessoas com renda passiva. Para os aposentados e pensionistas, o visto é aplicável independentemente da categoria civil, federal ou forças armadas.A renda passiva pode ser utilizada por aqueles que tenham investimentos bancários, bens móveis ou imóveis que estejam alugados em nome do aplicante e declarados em imposto de renda. A geração da receita, ou seja, que não seja necessário trabalhar para o recebimento é considerada renda passiva. Muitas pessoas não sabem, mas esse visto também pode ser utilizado por pessoas que realizam atividades religiosas. Todas as informações sobre as modalidades de imigração para Portugal também podem ser encontradas no site da VSF Global, empresa responsável pela captação dos documentos no Brasil.

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opinião