• Luiz Marcos Fernandes

Cataratas do Iguaçu: atrativo que recebe 1 milhão de turistas por ano

Atualizado: 12 de mai. de 2021


Cataratas: desde 2012 uma das Sete Maravilhas da Natureza no Mundo

Atração maior para quem visita Foz do Iguaçu, as Cataratas, com suas 276 quedas d´água, localizadas no Parque Nacional do Iguaçu são uma atração permanente para brasileiros e estrangeiros. Basta constatar que o complexo recebe um volume de 1 milhão de visitantes a cada ano. Recentemente voltei a Foz do Iguaçu para participar do Festival Internacional das Cataratas e aproveitei para fazer alguns passeios. Se você é daqueles que curtem a natureza, esqueça as famosas comprinhas em Ciudad Del Este. Com o dólar turismo acima dos R$ 6,00, não vale a pena investir nas compras. Então programe-se para conhecer alguns atrativos desta que é considerada desde 2012 uma das Sete Maravilhas da Natureza no Mundo.


A primeira impressão para quem desembarca no aeroporto Internacional de Foz infelizmente não é das melhores, uma vez que as instalações do aeroporto são bastante precárias. Você é obrigado a descer na pista torcendo para que não haja outro voo chegando, pois há apenas uma esteira de bagagem. As autoridades garantem que até o final de 2020 o aeroporto ganhará um novo Terminal de Passageiros com 900 metros quadrados e terá sua pista duplicada para receber aviões de grande porte vindos do exterior. Vamos torcer para que isso aconteça o mais rápido possível. Vale também o lembrete para quem vai embarcar. Chegue duas horas antes, porque tem a fiscalização da Polícia Federal antes mesmo do check in.


Macuco Safari é a atração mais procurada

Serviços

Tirando esses contratempos e o trânsito confuso da cidade, onde faltam placas de sinalização, a cidade aposta no turismo como principal atividade econômica. Uma prova disso são os grandes resorts, a maioria deles ao longo da Avenida das Cataratas (a mesma que dá acesso ao aeroporto). Tive a oportunidade de ficar hospedado no Hotel Recanto da Cataratas, um excelente resort que em breve ganhará mais 280 apartamentos, contra os atuais 220. Ou seja, passará a ter 500 apartamentos. Esses resorts são verdadeiros oásis de lazer e entretenimento. Alguns deles, como o Mabu Thermas Resort, chegam a ter praias termais com ondas artificiais em seu parque aquático.


Na maioria dos hotéis há agências que oferecem esse passeio. A caminho do Parque Nacional das Cataratas vale a pena curtir alguns atrativos, como o museu de cera Dreamland, o Parque das Aves e para finalizar o programa do Macuco Safari, já na rodovia que liga o Centro de Visitantes às Cataratas. O Macuco Safari, que é atração mais procurada, tem como atrativo um passeio ecológico feito em veículos elétricos que passam por uma área verde. O complexo funciona das 9h às 17h30 e a emoção fica por conta do passeio em lanchas infláveis motorizadas que levam o turista a curtir de perto algumas das quedas d´água cuja altura chega a equivaler a prédios de 24 andares. O programa leva em média 1h40, com direito a se molhar com os respingos das quedas d´água. Outro programa oferecido pelo projeto Macuco é o rafting, Há também o tour do cachoeirismo, que junto com o Macuco Safari.


Ônibus confortáveis para transporte de turistas

Acesso

Para quem vai de carro ou de van o acesso ao Centro de Visitantes deve estar atento ao horário para o acesso ao portão de entrada das Cataratas, que funciona todos os dias das 9h às 17h. O ingresso para brasileiros é diferenciado do ingresso dos estrangeiros e sai a R$ 41,00. Crianças e idosos pagam R$11,00. O estacionamento tem preço fixo, com diárias a R$ 24,00 e fica ao lado do Centro de Visitantes, onde há lanchonetes, lojas de souvenirs e banheiros. De lá o visitante pega um ônibus de dois andares, que sai a cada 15 minutos e, em pouco mais do que 12 minutos estará já avistando as primeiras quedas d´água.

No ônibus há explicações em inglês e português. Você pode saltar antes do ponto final e percorrer a pé os 1,5 quilômetros da trilha das Cataratas, onde estão localizados os mirantes com vistas deslumbrantes das dezenas de quedas d´água de todos os tipos e tamanhos. É o que fazem a maioria dos turistas. Outra opção é ir de ônibus até o mirante final. Há placas de sinalização com orientação aos turistas, mas pessoas com dificuldades de locomoção devem evitar este roteiro, pois há muitas escadas e alguns trechos são escorregadios.



Passarela principal ao final da trilha que leva bem próximo às Cataratas

Dicas

Os guias pedem aos visitantes que evitem dar comida aos quatis que habitam a área. É possível tirar fotos, pois os animais são inofensivos a uma distância segura. Ao final da trilha está a passarela principal que leva bem próximo às Cataratas. É possível adquirir capas plásticas de chuva a R$ 10. O turista pode utilizar o elevador panorâmico para retornar, que leva até a lanchonete e a um restaurante, o Porto das Canoas, com serviço a la carte ou buffet. A volta ao Centro de Visitantes pode ser feita de ônibus, que passa a cada 15 minutos (não há cobrança pelo serviço). Agora é só arrumar as malas e embarcar nesta bela viagem!

9 visualizações0 comentário